Páginas

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Governadora encaminha à Assembleia lei de carreira da PM e bombeiros

rosalba praças
A governadora Rosalba Ciarlini encaminhou à Assembleia Legislativa, na tarde desta quarta-feira (30), o regime de promoção das praças da Polícia Militar Estadual e do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte. Na prática, a lei revoga o decreto de promoção de 1977 e estabelece a primeira lei de valorização para os profissionais da segurança pública do estado. O encaminhamento da lei obedece ao prazo estabelecido pela Chefe do Executivo Estadual com as categorias. A mensagem completa segue anexa.
“A lei corrige uma distorção em relação à carreira. Da forma que estava era injusto com aqueles que desempenhavam seu trabalho com bravura e dedicação. Estamos assegurando os direitos e dando um estímulo à atividade tão importante para a população como a segurança pública”. A lei de promoção garantirá os direitos e uma valorização ao ordenamento das carreiras das praças que estão há quase duas décadas sem as promoções.

DENÚNCIA: Ex-MARIDO da DILMA ROUSSEFF, Confessa que

DILMA CONFESSA PARTICIPEI DA LUTA ARMADA E NÃO RE


Governo Dilma vive inferno astral, diz Agripino sobre o “Volta Lula”

agripino violencia
O senador José Agripino, comentou sobre o manifesto “Volta Lula” protagonizado pelo PR, partido da base aliada da presidente Dilma Rousseff. O presidente nacional do Democratas considera o fato uma prova de que a administração da chefe do Executivo enfrenta dificuldades em vários setores. “O governo vive hoje um inferno astral. Tem dificuldade no campo político, no campo econômico e agora mais essa. Um partido da base do governo fazer uma reunião e afrontar a presidente da República com a indicação de uma preferência diferente da preferência oficial do PT?”, questionou Agripino.
No início da semana, deputados do PR divulgaram um manifesto assinado por 20 parlamentares da sigla afirmando que o Brasil precisa de um “reencontro com os princípios da aliança de 2002”, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito pela primeira vez. O líder do PR na Câmara, Bernardo Vasconcellos (PR-MG), pendurou na sala da liderança do PR na Casa uma foto de Lula, mas disse que a posição assumida pelos parlamentares da legenda não significa um rompimento com o governo.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

JOVEM É ASSASSINADO EM SÃO PEDRO.


Informações que chegaram ao blog agora, é que um jovem conhecido por Bruno, foi assassinado na cidade de São Pedro, próximo a fazenda da família dele, segundo informações, é que o rapaz levou 15 tiros de pistola calibre 380, pelo seu próprio primo, Bruno ainda chegou com vida no hospital de São Paulo do Potengi e falando, dizendo que foi seu primo, e em seguida morrendo, o corpo está no necrotério do hospital regional e será levado para o ITEP para ser periciado, o jovem tinha várias passagem pela polícia por roubo. http://www.vandinhoamaral.com/

CONFIRMADA A MORTE DO POLICIAL CIVIL BALEADO NA CABEÇA EM NATAL


Vídeo mostra bandidos invadindo padaria e atirando em policial civil durante assalto

Foto: Reprodução
As imagens de segurança da padaria invadida por criminosos, na noite deste domingo (27), no bairro de Petrópolis, flagraram a ação dos bandidos que atiraram contra um policial civil que estava no local.

O APC estava dentro da padaria e teria reagido ao pensar que se tratava de apenas um ladrão. Houve uma luta corporal entre o APC e um dos bandidos. Com isso, outro criminoso teria atirado duas vezes na cabeça da vítima.O policial, identificado até o momento como Wilfran, sofreu dois tiros na cabeça. De acordo com a polícia, quatro criminosos estariam em duas motocicletas e dois deles teriam entrado no estabelecimento para assaltar.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, disse ao Portal BO que o policial baleado foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Várias viaturas estão em diligências pra tentar prender os dois criminosos.


A vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública, Renata Pimenta, afirmou que esteve com o policial Wilfran após o crime. "Eu peguei em sua mão e ele estava vivo. Apesar disso, o médico que o atendeu disse que o estado é gravíssimo. Agora, vamos pedir a Deus que nosso companheiro consiga sair dessa", comentou.

IMG-20140427-WA0022
Fonte: Portal BO

ÉPOCA DENUNCIA O LOBBY DE LULA PARA OS LOBISTAS DA PETROBRÁS NA ÁFRICA.

Na reportagem a seguir, Diego Escosteguy, Flávio Tavaresm, Marcelo Rocha e Leandro Loyola contam como foi o safári de lobistas partidários, um amigo de Lula e outros exploradores. O objetivo: capturar bons negócios para a estatal (e para eles) na África

Em 19 de abril de 2008, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou em Acra, capital de Gana, para uma das 28 visitas diplomáticas que fez à África em seus oito anos no Planalto. Naquela manhã de sábado, Lula foi recebido no aeroporto pelo presidente ganense, John Agyekum Kufuor, que lhe entregou flores amarelas, brancas e rosa. Deu tchauzinhos, passou em revista as tropas, ouviu os hinos dos dois países e assistiu a um show de danças típicas. Depois da solenidade, seguiu para o Castle Route, palácio do governo local, para começar a tratar de negócios.
A diplomacia de negócios na África era central à política externa do governo Lula. Havia um componente ideológico de esquerda na aproximação com a África. Ele se revelava no desejo de Lula e do PT em ajudar esses países a superar problemas sociais crônicos. Mas o Brasil também ganhava muito – e ninguém começou a ganhar mais que as empreiteiras brasileiras. Elas passaram a ter negócios em 70% dos países africanos. Mesmo que isso significasse, para os brasileiros, ver Lula apertar a mão de ditadores como Obiang Nguema, da Guiné Equatorial, que se mantém violentamente no poder há 35 anos, ou do líbio Muammar Khadafi, apeado do poder durante a Primavera Árabe. Em 90% das conversas, os chefes de Estado africanos pediam a presença de uma empresa brasileira em seus países: a Petrobras.
Os pedidos faziam sentido. Países como Gana detêm muita matéria-prima, sobretudo na área de energia, como campos de petróleo e gás, mas pouca experiência ou recursos para transformar riquezas naturais em dinheiro para seus povos – ou líderes políticos corruptos. Percebendo isso, o governo Lula determinou que a Petrobras buscasse oportunidades de parceria nesses países. Determinou também que o BNDES financiasse os projetos em que empreiteiras brasileiras tivessem participação.
Na numerosa comitiva que acompanhava Lula em Acra havia dois convidados especiais. Um deles era o empresário José Carlos Bumlai, um dos melhores amigos de Lula e então conselheiro da empreiteira Constran. Ao lado de Bumlai estava Fábio Pavan, lobista da Constran em Brasília – e, naquele momento, encarregado de conseguir contratos em Gana na área de energia e biocombustíveis. Pavan ocupava, em Brasília, o cargo que, duas décadas antes, nos governos de José Sarney e de Fernando Collor de Mello, pertencera a Bumlai: prestar – e cobrar – favores a políticos que tenham relação com a Constran. Esse tipo de relação promíscua alimenta há décadas a corrupção no mundo da política, e não apenas no Brasil. Não é fortuito que, no curso da operação Lava Jato, a Polícia Federal (PF) tenha descoberto evidências de que a Constran também participara do esquema de corrupção na Petrobras liderado por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, e Alberto Youssef, um dos principais doleiros do país. E que contribuíra para campanhas políticas em 2010. A Constran nega as acusações.

Bumlai é desconhecido fora da política, mas dentro dela é uma estrela. Tinha livre acesso ao Palácio do Planalto e oferecia churrascos ao amigo Lula.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem

Deputados do PR retiram hoje o apoio a Dilma

valdemar costa neto
Sob orientação do dono do PR, o mensaleiro Valdemar da Costa Neto, preso na Papuda em regime semiaberto, a bancada do PR na Câmara deve anunciar nesta segunda rompimento com o governo. Segundo o líder Bernardo Santana (MG), a maioria dos deputados é contrária à reedição da aliança com o PT para reeleger a presidenta Dilma. “Esse governo não é o mesmo que fizemos parte com José Alencar de vice”.
POSIÇÃO MAJORITÁRIA
Após levantamento nos Estados, Bernardo Santana garante que a maioria dos convencionais quer desembarcar do governo Dilma.
QUEM MANDA
O líder afirmou que o rompimento com Dilma tem apoio do “PR de Mogi das Cruzes”, numa referência à cidade de Valdemar da Costa Neto.

Trecho entrevista Lula-RTP sobre confiança a companheiros



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista exibida neste domingo, 27, a uma TV portuguesa que o julgamento do processo do mensalão teve viés político e que os petistas presos por envolvimento no caso “não são de sua confiança”.
Em novembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) decretou a prisão de três integrantes da cúpula petista por participação no esquema de compra de apoio político no Congresso no início do governo Lula, entre 2003 e 2005. Foram presos o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu; ao ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares; e ao ex-presidente nacional do partido, José Genoino.
“O mensalão teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica. O que eu acho é que não houve mensalão”, afirmou ele, em uma das poucas manifestações públicas que fez sobre o caso após o fim do julgamento.
Em seguida, Lula interrompeu a repórter, que começou uma pergunta sobre o fato de pessoas da confiança do ex-presidente terem sido presas.
“Não se trata de gente da minha confiança”, disse Lula. E remendou: “Tem companheiro do PT preso. E eu também não vou ficar discutindo a decisão da Suprema Corte. O que eu acho é que essa história vai ser recontada”
Lula esteve em Portugal para participar da comemoração dos 40 anos da Revolução dos Cravos.
Fonte: Estadão.

JOSÉ WELISON MARCA MAIS UM BELO GOL PELO VITÓRIA

No jogo contra o Atlético Paranaense pelo Campeonato Brasileiro da Série A, o jogador são-pedrense voltou a brilhar. Além de jogar muito durante a partida, Welison recebeu uma bola na entrada da área adversária e, sem deixar cair, acertou um belo chute e fez um golaço. O jogo terminou empatado em 2 a 2. Veja o gol aqui. http://atualidadesp.blogspot.com.br/

domingo, 27 de abril de 2014

Filosofia de bar

MERDA PURA tenta abarcar a América Latina

O MERDA - Movimento Esquerdista Revolucionário das Américas, acaba de completar o processo de fusão com o PURA - Partido Unificado Revolucionário das Américas.
A união das duas agremiações originou o MERDA PURA, aglutinando militantes e as principais lideranças da esquerda latino-americana, incluindo os jurássicos e os novos jurássicos.
Na foto acina, os principais dirigentes do MERDA PURA, com uma ressalva: Hugo Chavez, o primeiro à esquerda, vizinho de Fidel Castro na imagem, virou um passarinho e foi substituído por Nicolás Maduro, hoje um dos maiores e mais emblemáticos expoentes da agremiação.
Os ideólogos do MERDA PURA usam partidos laranjas para disputar eleições, tramar negociatas misturadas a tenebrosas transações e fazer, com isso, que os seus dirigentes - todos de origem humilde - fiquem cada vez mais abastados.
http://bardeferreirinha.blogspot.com.br/

9840 A LEI DE LUTA CONTRA A CORRUPÇAÕ. ACORDA BRASIL....

As campanhas politicas estão se aproximando mais uma vez  é bom nos eleitores prestamos bem atençao com os caras de pau que só querem enrolar o povo, esses são os verdadeiros picaretas e esse JINGLE POLITICO é a cara dos enroleichos Brasileiros.

Morto, André Vargas administra o próprio velório

Foram as pesquisas de opinião que levaram o PT a amarrar o deputado André Vargas no poste. Sondagens quantitativas e qualitativas revelaram ao partido que a Petrobras e a proximidade com doleiro tornaram-se potenciais sorvedouros de votos. O dreno instalado na candidatura de Alexandre Padilhaaguçou a tortura psicológica a que o ex-vice-presidente da Câmara foi submetido antes de se desfiliar do PT, nesta sexta-feira. 
Para o PT, Vargas morreu. Mas é o defunto quem administra o velório, não o seu ex-partido. E o morto quer plateia. Ainda deputado, ele permanecerá nas manchetes enquanto durar o processo de cassação. Com os vazamentos periódicos da PF e as aparições no Jornal Nacional, em vez de morrer para meia dúzia de ex-companheiros, Vargas terá um velório de milhões de pessoas.
Ao abandoná-lo na capela, o PT arrisca-se a pagar o preço das suas contradições. Os defuntos do mensalão tiveram velórios domiciliares. Não foram vestidos às pressas e despachados pelos fundos. Não, não. Absolutamente. Mesmo na prisão, continuam sendo velados na sala de visitas. Vistos à distância, os braços erguidos e a casa iluminada sugerem a ideia de uma festa, não de um velório.
O contraste convida a plateia a refletir: ora, se um mensaleiro é um revolucionário que teve o azar de brigar com o Roberto Jefferson, o André Vargas é um injustiçado que ainda não chantageou o PT adequadamente. http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/

sábado, 26 de abril de 2014

PENSANDO BEM...

Há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprios; os outros discernem o que os primeiros entendem; e os terceiros não entendem nem por si próprios nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimos; os segundos excelentes; e os terceiros totalmente inúteis

POR MOTIVO DE SUPERLOTAÇÃO DETENTOS DO CDP DE SÃO PAULO DO POPTENGÍ INICIARAM UM BURACO NA PAREDE DA CELA 02 PARA TENTAREM FUGIGEM, A CELA MEDE 3X3 CM QUADRADOS.

Foto: Ilustrativa.
Chega ao conhecimento de nossa redação que detentos do CDP da cidade de São Paulo do Potengi tentaram hoje à tarde fugirem cavando um buraco na cela 02, a qual dar acesso à rua de traz da cadeia, local este onde é muito vulnerável na parte noturna, estes informes foram repassadas pelo Agente Penitenciário plantonista naquela Unidade Prisional hoje, o qual mim confirmou o inicio do buraco, a situação é preocupante, pois hoje existe (61) custodiados e apenas duas celas existes na Unidade, (02) cada uma cela com 21 internos e um local onde funcionada como garagem para a viatura foi transformada em uma cela coletiva para abrigar os crimes de menor potencialidade.


chegou agora a pouco instantes em nossa redação o local onde os internos do CDP de São Paulo do Potengi iniciaram o buraco que dar acesso a retaguarda da cadeia para uma eventual fuga nos próximos dias, enviada pelo agente penitenciário de plantão juntamente  depois de Policiais militares e Civis terem feito uma inspeção na  cela 02, esta é a situação.

Suspeito morto após assalto aos Correios de Patu usava nome falso

Samarone Pereira de Carvalho, de 38 anos, foi morto pela polícia; material encontrado com ele foi apreendido (Foto: Vinycius Targino/G1)

O suspeito de participação no assalto aos Correios no município de Patu, morto em uma troca de tiros com a polícia no início da manhã desta sexta-feira (25), portava uma identidade falsa. No documento consta o nome de Ricardo Almeida Vasconcelos. Porém, segundo o capitão da PM Inácio Brilhante, o verdadeiro nome do assaltante é Samarone Pereira de Carvalho, de 38 anos, foragido da Penitenciária Agrícola Mário Negócio, em Mossoró, onde respondia por crimes de roubo e receptação.

Com Samarone, ainda de acordo com o capitão Brilhante, foram encontrados uma mochila com alimentos, uma pistola calibre ponto 40, munições e rádios comunicadores que estaria sintonizados na mesma frequência utilizada pela polícia.Durante o assalto aos Correios, que aconteceu na manhã da quinta-feira (24), o gerente Arni Praxedes de Melo, de 55 anos, foi baleado na cabeça e morreu a caminho do hospital. Um soldado da PM que trocou tiros com os assaltantes ficou ferido, mas passa bem. Segundo o delegado Sandro Régis, os criminosos não levaram nada da agência.

O local onde Samarone foi morto é conhecido como Patu de Fora. Outros dois suspeitos continuam escondidos no meio da mata.

Imagens do assalto

Câmeras do circuito interno gravaram toda a ação dos criminosos que tentaram assaltar a agência dos Correios. Pelas imagens, é possível ver dois assaltantes, um deles armado, rendendo o gerente Arni Praxedes. Segundo o delegado Sandro Régis, os criminosos são os dois homens que aparecem usando bermuda.

O assalto

O assalto à agência dos Correios em Patu aconteceu por volta das 8h desta quinta-feira (24). De acordo com a Polícia Militar, os criminosos são quatro homens que teriam abordado o gerente quando ele saía de casa a pé, no Centro da cidade, em direção ao trabalho.

Os quatro chegaram em um carro e teriam obrigado o gerente a entrar no veículo. Quando deixavam a agência, junto com o gerente, os assaltantes se depararam com uma guarnição policial e houve a troca de tiros.

Arni Praxedes e o soldado da PM O. Filho foram baleados e socorridos, mas o gerente não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. O policial, segundo a própria PM, levou um tiro de raspão e passa bem.
Arni Praxedes em evento na Assembleia de Deus
(Foto: Vinycius Targino/G1)

'Só fazia seu trabalho', diz filho
"Era um homem bom que só estava fazendo o seu trabalho". É o que diz Talison Layala Praxedes de Lima, 26 anos, filho de Arni Praxedes, morto durante o assalto.

"É um momento de dor. Estamos encarando da pior maneira possível. Foi algo inesperado", afirma Talison Praxedes de Lima, que mora em Mossoró, também na região Oeste do Rio Grande do Norte.

Luto

A Prefeitura de Patu decretou luto oficial de três dias em razão da morte do gerente. Segundo a prefeita Evilásia Gildênia de Oliveira, Arni Praxedes era uma pessoa ilustre do município e “sua obra, o seu legado e seu exemplo de vida devem servir de estímulo para os patuenses”.

Enterro

O corpo de Arni Praxedes foi velado e enterrado na manhã deste sábado (26) em Patu, onde residia com a família. Ele deixa mulher e dois filhos. http://macaibapolicia.blogspot.com.br/

HOMEM É PRESO EM FLAGRANTE POR COLOCAR CELULARES DENTRO DE CADEIA EM MACAU, RN

O Crime aconteceu ontem 25 quinta feira e a operação foi realizada pelo GTO Macau, Polícia Civil de Macau, Agentes Penitenciários de Macau e o efetivo da guarda municipal de Macau.
Foi preso em flagrante o indivíduo chamado Edenilson Silva dos Santos, 20 anos, residente na rua Lajes em Macau/RN, após o mesmo ter sido pego pulando o muro do Centro de Detenção Provisória de Macau e 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil e ter sido encontrado em posse do mesmo uma quantidade considerável de maconha, o acusado informou no momento de sua prisão que acabara de colocar 10 aparelhos celulares dentro da cela 01 da Delegacia de Macau e que em troca do "serviço" prestado o mesmo tinha recebido a maconha do traficante "Wilson Cara de Alce".
Com todas essas informações foi feito uma minuciosa revista nas 03 celas da Delegacia e foram encontrados 10 aparelhos celulares, carregadores, cartões de memória, drogas dentre outros objetos proibidos em uma cadeia.
Um fator determinante para o sucesso da operação foi a atuação conjunta do GTO Macau, Polícia Civil de Macau, Agentes Penitenciários de Macau e Guarda Municipal de Macau.
O Acusado confessou que não era a primeira vez que fazia isso e que já tinha colocado várias outras vezes celulares, drogas e até mesmo 02 facas de grande tamanho dentro da delegacia, e que desta vez quem mandou os celulares foi a mulher do traficante preso "Wilson Cara de Alce".(GTO Macau).

PM DE RIACHUELO PRENDE DOIS MELIANTES COM ARMA DE FOGO EM ESTRADA CARROÇÁVEL

No início da noite de hoje (25), foram presos pelo sargento Emilio comandante do destacamento de Riachuelo e o soldado Nelson dois meliantes em estrada carroçável que liga Riachuelo a São Paulo do Potengi com uma arma de fogo calibre 38 municiada, com características de que iam praticar assaltos, os meliantes são da cidade de Bom Jesus, são os indivíduos: Rosenildo Pereira de 29 anos era quem pilotava a moto e Josias Alves de 19 anos estava com o revólver 38, eles foram recolhidos ao CDP de São Paulo do Potengi para ser lavrado o flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo e munição

http://www.vandinhoamaral.com/

sexta-feira, 25 de abril de 2014

A gata da sexta feira tá de matar, tarados! Babem…

gata de alexandre
pagodinho-novo2-250x229
http://www.robsonpiresxerife.com/

Governo do RN convoca 62 concursados para a Polícia Civil

Publicação está disponível no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (25). 

Convocados serão efetivados nos cargos de delegado, escrivão e agente.

O governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social, publicou nesta sexta-feira (25), no Diário Oficial do Estado, a nomeação de 62 aprovados no concurso da Polícia Civil realizado em 2008. Contudo, segundo a lista (VEJA AQUI), 10 dos nomeados solicitaram final da fila ou a exclusão da relação.

Os convocados serão efetivados nos cargos de delegado, escrivão e agente investigativo.

AÇÃO CONJUNTA DAS POLICIAS CIVIL E MILITAR PRENDE ACUSADOS DE ASSALTOS E DO ASSASSINATO DA JOVEM LUANA PEREIRA

Numa ação conjunta das policias civil e militar dos municípios de São paulo do Potengi, São Tomé, São Pedro, Santa Maria e Riachuelo, prenderam nesta madrugada nos bairros de Santos Dumont, aqui em São Paulo do Potengi, os acusados da Morte de Luana Pereira, morta aqui no bairro do Juremal, eles também são acusados de práticas de assaltos e tráfico de drogas, foram apreendidas, armas, balança de precisão, embalagens para embalar as drogas, munições, capacetes, mascaras, celulares, câmera digital e um notbook, segundo informações da civil, Alexandre de Oliveira acusado de ser o mandante do crime de Luana Oliveira, e também, Ancinho e Ricardo, acusados de práticas de assaltos e tráfico de drogas, e execução da jovem assassinada. 

http://www.vandinhoamaral.com/

Polícia prende trio suspeito de matar estudante que reagiu a assalto no RN


Ação da polícia ocorreu nesta sexta (25), em São Paulo do Potengi.
Luana Silva foi morta depois de reagir a um assalto no início deste mês.

Luana foi morta a tiros no interior do RN (Foto: Divulgação/Polícia Civil)A polícia prendeu nesta sexta-feira (25), em São Paulo do Potengi, a pouco mais de 60 quilômetros de Natal, três homens suspeitos de participação no homicídio de Luana Pereira da Silva, de 19 anos. O trio ainda é apontado como responsável por vários assaltos ocorridos na região. A operação denominada Reverso, que culminou nas prisões, foi realizada pela Polícia Civil.
Luana Silva foi assassinada na noite do dia 11 de abril passado, São Paulo do Potengi. A vítima foi morta a tiros após reagir a um assalto numa praça localizado na centro do município. Na ocasião, dois homens teriam chegado numa moto e anunciado o roubo. A jovem teria reagido, sendo baleada em seguida.
De acordo com o chefe de investigação da 1ª Delegacia Regional de Polícia, Gustavo Cavalcanti, os presos fazem parte de uma associação criminosa que praticava vários assaltos na cidade. Com o grupo, foram apreendidas armas de fogo, munições, máscaras, blusões. G1 RN.

terça-feira, 22 de abril de 2014

REJEIÇÃO DE HENRIQUE ALVES PODE DESMORONAR O ACORDÃO.

Recentemente foram feitas alguns levantamentos (Pesquisas) no estado do Rio Grande do Norte, claro que as duas são instrumentos de trabalhos internos, Não existe nenhum registro de divulgação de pesquisas em território potiguar. No entanto, através de alguns assessores e deputados este números findam vazando, sendo divulgado boca a boca, cada qual dizendo números diferentes de acordo com seus interesses.

Um deputado da região oeste, muito conhecido pelas suas habilidades utópicas disse numa roda de conversa com vários espectadores: “Num adianta, vou mentir pra vocês pra que... Henrique lidera com facilidade, ganha de todo mundo”. Um aliado voando no assunto emendou: “A rejeição deste homem é tão grande assim, Deputado?”. Isso, foi uma ilustração, apesar da veracidade da conversa.

O nome de Henrique não decola na região, é pesado, não tem dimensão e nem simpatia popular, é rejeitado em todas as rodas de conversas, o povo quer distancia, não confia e nem acredita no nome do deputado.

Acreditem é surpreendente “O nome de Henrique Alves hoje na disputa pelo governo, perde até para a governadora Rosalba”. 
http://blogdafolharegional.blogspot.com.br/

Rosalba rasgou: “ex-aliados só romperam com o governo diante da falta de oportunidade de roubar o erário público”

Rosalba botou pra quebrar nos bacuraus
A governadora Rosalba Ciarlini não tem brincado em serviço, ela agora resolveu falar sobre seus ex-aliados..

Perguntada porquê tinha perdido tantos aliados no último ano de governo Rosalba disse sem tergiversar que muitos dos que deixaram o seu governo foi porque não tiveram oportunidade de dilapidar e roubar o erário público..

Essa declaração de Rosalba dada a sua rede de rádios veiculadas a RPC de Mossoró, caiu como uma bomba..

Os Alves ficaram mal na fita… (Henrique e Garibaldi)
Fonte: Blog do Primo.

Após 10 horas de paralisação, PMs e bombeiros decidem voltar a trabalhar

Categorias decidiram encerrar paralisação após garantias do governo.
Policiais militares e bombeiros estavam parados desde as 7h desta terça.

PMs e bombeiros decidiram encerrar greve após assembleia no Centro Administrativo do RN (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)
PMs e bombeiros decidiram encerrar greve após assembleia (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)

Durou 10 horas a paralisação conjunta feita pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros no Rio Grande do Norte. Durante reunião com a cúpula da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e Procuradoria-Geral do Estado, as associações que representam as duas categorias retornaram ao trabalho após receberem garantias de que a Lei de Promoção de Praças será enviada até o dia 1º de maio. Uma nova reunião também foi agendada para discutir outras reivindicações. Os bombeiros e policiais, acampados desde os primeiros dias do mês no Centro Administrativo do Estado, em Natal, também prometeram desocupar o local. A volta ao trabalho é imediata.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo Silva, durante as 10 horas em que os policiais e bombeiros estiveram parados, nenhuma ocorrência de maior gravidade foi registrada.

reunião. Apesar da decisão de encerrar a greve, o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM, soldado Roberto Campos, disse que o Governo do Estado mais uma vez não apresentou nenhum posicionamento concreto sobre a pauta das categorias. “Apenas nos foi informado que o projeto da Lei de Promoção de Praças deverá ser enviado para a Assembleia Legislativa até o dia 30. Ou seja, mais uma vez saímos sem uma definição para nossa luta”, comenta.
O procurador-geral do Estado, Miguel Josino, explica que foi apresentado um cronograma para cumprimento das principais reivindicações dos militares. "Apresentamos tudo aquilo que o secretário havia anunciado. A Lei de Promoções de Praças irá para Assembleia Legislativa até 1º de maio. Faremos o pagamento imediato das férias e montaremos uma comissão para dar andamento aos processos que tratam da promoção de policiais. O diálogo prevaleceu", destaca.

Policiais militares e bombeiros do RN fizeram paralisação nesta terça-feira (22) (Foto: Sérgio Costa)
Policiais militares e bombeiros fizeramparalisação nesta terça (Foto: Sérgio Costa/G1)
No entendimento do secretário de Segurança Pública, Eliéser Girão, a greve foi decretada de forma unilateral. "Sábado apresentamos a nossa proposta e atualmente praticamente repetimos. Fiz o que podia e nos disseram que estavam satisfeitos. Acabaram decretando a greve de forma unilateral, sem comunicar previamente", diz o titular da Sesed.
Além da Lei de Promoção dos Praças, os militares fizeram outras dez reivindicações. São elas o reajuste de 56,7% do Subsídio e a inclusão da database ao texto da lei; devido enquadramento dos níveis remuneratórios; pagamento das férias; integralização dos vencimentos dos que foram promovidos e ainda não recebem de acordo com a graduação; revisão da lei e reajuste da Diária Operacional; admissão de etapa alimentação como verba indenizatória; revisão do estatuto da Polícia Militar (carga horária); substituição do RDPM pelo Código de Ética; complementação dos efetivos de acordo com o previsto nas leis de fixação do efetivo e convocação dos 624 suplentes; e assistência à saúde psíquica do PM e do BM.
O movimento, segundo as associações, contou com a adesão de 90% dos efetivos, incluindo participação de maioria dos oficiais.


“Wilma de Faria é a prefeita de Natal e tem que renunciar para não ficar inelegível”

Erick Pereira afirma que vice-prefeita está, de direito, na chefia do Executivo e não pode recursar condição

7IIUR6TU4578567457Y457
Repórter de Política

Pré-candidata a senadora, Wilma de Faria, do PSB, é hoje a prefeita de Natal. E quem afirma isso não são vereadores de oposição – que poderiam ser acusados de interesses eleitorais diversos. Quem confirma esse entendimento é o advogado Erick Pereira, doutor em Direito Constitucional e mestre em Direito Eleitoral. Para ele, a cidade não pode ficar sem prefeito e Wilma não tem a opção de não assumir o cargo sem um motivo plausível. O problema é que, estando no poder, ela está automaticamente inelegível.
“Wilma é hoje a prefeita de direito de Natal, a menos que ela tenha comunicado a Câmara que não pode assumir a Prefeitura. Se tiver comunicado, segue a ordem natural da sucessão”, analisou Erick Pereira, ressaltando que, porém, há uma diferença entre ser “prefeita de direito” e “de fato”. “Ela é prefeita de direito, mas resta saber se ela é de fato, se ela assinou algum ato e confirmou essa condição. Se tiver assinado, ficará inelegível”, explicou Erick Pereira.
Então, isso quer dizer que Wilma pode passar esses quatro dias úteis que o prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, não estará em Natal, sem assinar qualquer ato e, consequentemente, não se tornar prefeita “de fato”, correto? Nada disso. “Ela não pode se recusar a assinar atos. Ela não tem discricionariedade. Estando no cargo, ela não pode se eximir de assinar atos, porque isso seria uma fraude a Lei”, analisou o especialista.
Dessa forma, restaria para Wilma dois caminhos: apresentar uma boa justificativa que a permita continuar como vice-prefeita de Natal mas, assim como Carlos Eduardo, está afastada da Prefeitura; ou renunciar ao cargo. “Ela não pode, simplesmente, dizer que não vai assumir. Tem que justificar o porquê. Justificar ou renunciar ao cargo. Ela é obrigada a comunicar à Câmara ou a praticar os atos de prefeito”, reformou Erick Pereira.

ENTENDIMENTO ERRADO

A análise de Erick Pereira é importante porque está havendo, desde que o prefeito viajou para a Espanha, uma grande dúvida em torno do assunto. Wilma e os advogados dela, por exemplo, entendem que ela só assumiria a Prefeitura de Natal se o afastamento do prefeito fosse superior a 30 dias. Os vereadores de oposição acreditam que ela seja a prefeita porque, na Lei Orgânica do Município, há apenas um artigo dizendo que o vice-prefeito assume no afastamento do prefeito, seja lá por quantos dias for. Ou seja: Wilma seria a prefeita se Carlos Eduardo passasse um dia fora, assim como ela é a prefeita nessa viagem de 12 dias de Carlos Eduardo.
“A substituição é automática e segue a ordem natural de sucessão”, afirmou Erick Pereira, reforçando a tese defendida pelos vereadores de oposição a gestão municipal. “Acredito que, na verdade, os advogados dela informaram que é necessário o comunicado à Câmara que não pode assumir e isso deverá ser feito”, afirmou Erick Pereira.
O problema é que, na semana passada, Wilma demonstrava um entendimento bem diferente. Baseada na análise do advogado Luciano Braz, a vice-prefeita afirmou que Carlos Eduardo era o prefeito, mesmo estando, por 12 dias a um oceano de Natal. “Na verdade, Carlos Eduardo saiu do País e comunicou a Câmara Municipal de Natal. Ele tem direito em relação a esse afastamento, mas fica até 30 dias de acordo com a Lei Orgânica do município. Ele está em pleno exercício do cargo, está como prefeito hoje, não tem ninguém substituindo”, afirmou Wilma de Faria.
Segundo a vice-prefeita, se houvesse algo inesperado que demandasse a manifestação da chefia do Executivo, a Câmara é quem responderia pela situação. “Ele vai estar durante esses 12 dias, são apenas quatro dias úteis e uma necessidade a Câmara toma as devidas providências”, afirmou.
É importante lembrar que, atualmente, em Natal há três categorias em greve: os servidores da educação, da saúde e aqueles ligados ao Sindicato Sinsenat. Além disso, na semana passada, a Prefeitura perdeu na Justiça o pedido que fez de ilegalidade do movimento paredista, sendo obrigado a negociar com os grevistas.
Por outro lado, ressalta-se que, se Wilma não pode assumir, correndo o risco de ficar inelegível, o presidente da Câmara, Albert Dickson, do PROS, segundo na linha sucessória, também não. Ele é pré-candidato a deputado estadual. O vice-presidente da Casa, Júlio Protásio, do PSB, está de licença médica, o que faria a Prefeitura cair no colo do primeiro secretário, o vereador Dickson Nasser Júnior, do PSDB.

Militares em greve podem ser presos, diz procurador geral do RN

G1/RN – Os policiais militares e bombeiros do RN que se recusarem a trabalhar, aderindo à paralisação proposta pela categoria nesta terça-feira (22), podem ser presos, segundo o procurador geral do Estado, Miguel Josino. Os servidores seguem acampados em frente à Governadoria pleiteando melhorias trabalhistas.
De acordo com Miguel Josino, os que estiverem de serviço e se recusarem a trabalhar serão submetidos ao regulamento disciplinar das corporações. “O regulamento prevê a perda de salário, prisão e até submissão à perda do cargo”, detalhou o procurador.
Josino diz ainda que a Procuradoria Geral está constantemente em contato com a Secretaria de Segurança Nacional. Isto para informar sobre o que está acontecendo nas movimentações no Rio Grande do Norte e tirar dúvidas a respeito dos procedimentos a serem adotados pelo Estado. “Falamos com eles de hora em hora. As medidas a serem tomadas são essas mesmo. O ministro da Justiça [José Eduardo Cardoso], inclusive, disse que desta vez não haverá anistia para os punidos”, corroborou.

Com faixas em inglês, PMs afirmam que não terá policiamento na Copa

Policiais Militares do RN fazem protesto nesta terça (22) (Foto: Sérgio Costa)

Policiais militares do RN iniciaram paralisação nesta terça-feira (22).
Categoria está acampada no Centro Administrativo do Estado.
Com faixas em mãos, PMs do RN dizem que se não houver promoção dos praças não haverá policiamento na Copa (Foto: Sérgio Costa)
Com faixas em mãos, PMs do RN dizem que se não houver promoção dos praças não haverá policiamento na Copa (Foto: Sérgio Costa)
Com faixas em inglês, policiais militares do Rio Grande do Norte anunciaram que se não houver promoção dos praças, não haverá efetivo para garantir a segurança durante os jogos da Copa do Mundo em Natal. "Without promotion law, without military police in world cup", diz a faixa. Os policiais e Corpo de Bombeiros  iniciaram uma paralisação nesta terça-feira (22) e estão acampados no Centro Administrativo do Estado desde o dia 8 deste mês.
Além de melhorias estruturais, os militares exigem o envio da Lei de Promoções de Praças para a Assembleia Legislativa e os bombeiros ainda cobram a abertura de concurso público. Uma assembleia deve acontecer até o final da manhã desta terça-feira (22), quando será decidido pelo fim ou manutenção da paralisação.
Segundo o secretário estadual da Segurança Pública Eliéser Girão, o governo garantiu o envio da referida lei para a Assembleia Legislativa até o dia 1º de maio. O Projeto de Lei, ainda de acordo com o secretário, está em análise na Casa Civil e deve ser encaminhado para a Consultoria Geral do Estado ainda nesta terça, o que também deve acontecer com um projeto para majoração da diária operacional da PM, a autorização para concurso público do Corpo de Bombeiros e a Lei de Segurança e Combate a Incêndio e Pânico.
Policiais Militares do RN fazem protesto nesta terça (22) (Foto: Sérgio Costa)
Policiais Militares do RN fazem protesto nesta terça (22) (Foto: Sérgio Costa)

Paralisação de PMs e bombeiros tem adesão de 90%, diz associação

PMs e bombeiros segue ocupando Centro Administrativo do RN (Foto: Arthur Barbalho/G1)

A paralisação dos policiais e bombeiros militares do RN tem adesão de 90% da categoria, segundo confirmou nesta terça-feira (22) Eliabe Marques, presidente da Associação dos Sargentos e Suboficiais da PM. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança para saber sobre o levantamento da pasta acerca da adesão, mas a assessoria de imprensa pediu para que a reportagem contatasse os comandos das duas corporações. Nenhum dos comandantes atendeu aos telefonemas.

Representantes dos manifestantes e do Estado se reúnem nesta manhã na sede da Procuradoria Geral do Estado, em Petrópolis, zona Leste da capital, para tentar chegar a um acordo (veja vídeo ao lado).
As duas categorias estão acampadas no Centro Administrativo do Estado, em Natal, e decidiram permanecer no local até que o governo do estado garanta o cumprimento das reivindicações. Parte dos oficiais das duas corporações aderiu ao movimento 
Além de melhorias estruturais, os militares exigem o envio da Lei de Promoções de Praças para a Assembleia Legislativa e os bombeiros ainda cobram a abertura de concurso público.
De acordo com o procurador geral do Estado, Miguel Josino, os servidores que se recusarem a trabalhar, aderindo à paralisação proposta pela categoria, podem ser presos. De acordo com Josino, os que estiverem de serviço e se recusarem a trabalhar serão submetidos ao regulamento disciplinar das corporações. “O regulamento prevê a perda de salário, prisão e até submissão à perda do cargo”, detalhou o procurador. Entretanto, não há registro de prisões.
Josino diz ainda que a Procuradoria Geral está constantemente em contato com a Secretaria de Segurança Nacional. Isto para informar sobre o que está acontecendo nas movimentações no Rio Grande do Norte e tirar dúvidas a respeito dos procedimentos a serem adotados pelo Estado. “Falamos com eles de hora em hora. As medidas a serem tomadas são essas mesmo. O ministro da Justiça (José Eduardo Cardoso), inclusive, disse que desta vez não haverá anistia para os punidos”, corroborou.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

CORRUPTOS SÃO APENAS 0,1% DOS DETENTOS NO BRASIL.

Mesmo com o crescimento no número de prisões nos últimos anos, os detentos por desvio de dinheiro no Brasil ainda representam apenas 0,1% da população carcerária.

Anões do Orçamento, mensalão, lava a jato, sanguessuga, máfia dos cartéis, entre tantos outros escândalos de desvio do dinheiro público para bolsos privados, fazem parte da história política recente do Brasil. Tão enraizada quanto a prática desse tipo de delito no país, a impunidade dos autores começa, ainda que timidamente, a cair. O número de presos por corrupção ativa e passiva, que se mantinha estável, subiu 40% no período de um ano, segundo dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Passou de 697, em junho de 2012, para 977 detentos, no mesmo período de 2013 – base oficial mais recente. Em termos absolutos, entretanto, os menos de mil presos em todo o sistema penitenciário brasileiro representam apenas 0,1% da população prisional atual.
Para especialistas, o aumento no número de condenações por corrupção tem duas explicações. A mais objetiva delas é a cobrança permanente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que os tribunais agilizem ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública, entre eles a corrupção. O outro motivo seria a própria percepção da sociedade. “A gravidade desse tipo de delito se tornou mais visível. E isso leva a pressões. A decisão do CNJ de estipular meta para o julgamento desses processos, especificamente, deve ser entendida como uma resposta do Poder Judiciário, já que o tema se tornou sensível para a população”, explica o juiz Marlon Reis, um dos fundadores do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).
Na força-tarefa empreendida pelo CNJ, a meta era zerar, no final de 2013, o estoque de 3.990 ações penais de crimes contra a administração pública iniciadas até 2011. Magistrados de todas as instâncias – exceto os do Supremo Tribunal Federal, que não se submetem à regra – conseguiram dar sentença em 90,5% do total de casos. Não há dados sobre a quantidade de processos iniciados de 2012 em diante ainda por julgar. De qualquer forma, o CNJ continua exigindo celeridade das comarcas. “Antes da meta, os juízes eram cobrados por números gerais. E como esses processos são mais complexos tecnicamente, eles acabavam se acumulando. Dava-se prioridade para outros”, explica Marlon.
A complexidade das ações aliada à morosidade do Judiciário atrasam o julgamento, na avaliação de Claudio Weber Abramo. Diretor-executivo da organização Transparência Brasil, de combate à corrupção, ele chama atenção para o fato de que os réus, nesses casos, quase sempre dispõem de uma boa defesa. “São pessoas que podem pagar advogados, então essas ações se arrastam por muito tempo”, destaca Abramo. Devido ao tempo prolongado de um acusado formalmente chegar à cadeia, ele não vê relação entre o aumento de punições e a política recente de transparência de dados públicos, como a Lei de Acesso à Informação. “Esses presos de hoje praticaram o crime antes desses recursos disponíveis para a sociedade”, diz.

PARA LER A MATÉRIA COMPLETA, CLIQUE AQUI 

Fonte: Renata Mariz/http://www.em.com.br/

Naquela cela está faltando ele

Com uma frase enganosa, e certamente errada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva externou solidariedade aos criminosos de seu grupo íntimo que foram condenados no processo do mensalão e levados para o merecido lugar: a cadeia. Vários jornais publicam na primeira página que Lula ligou para esses aliados, no momento em que eram conduzidos ao cárcere, e afirmou: "Estamos juntos". A frase é mentirosa e está errada porque, se fosse prevalecer a verdade, certamente seria: "Deveríamos estar juntos".
Quando teve início a Ação Penal 470, e dinheiro público era desviado debaixo do nariz do ex-presidente para comprar apoio político no Congresso Nacional e também para outras finalidades ainda piores, ele procurou difundir a versão de que não sabia de nada, não viu nada. Esses desvios de milhões, conforme ficou claro no processo do mensalão, eram praticados por pessoas de seu círculo íntimo, que entravam e saíam de seu gabinete a toda hora, sem ao menos ter de pedir licença. Eram o seu chefe da Casa Civil, José Dirceu, o presidente do PT, José Genoino, o tesoureiro do partido, Delúbio Soares, e outros.
Como o grupo tinha gabinete ao lado de Lula, naquele lugar preservado e íntimo, só uma pessoa acreditou que o ex-presidente não sabia de nada, não viu nada: o então procurador-geral da República. Apesar das evidências e do que diz a legislação penal, ele praticamente absolveu Lula (ato que é privativo do Judiciário) e o deixou de fora do processo.
Artigo de Aloísio de Toledo César, desembargador aposentado do TJ São Paulo, publicado no Estadão

O que trama o PT?

Ao longo de 10 anos, boa parte da militância petista aprendeu a desfrutar das benesses do poder e hoje reage ferozmente a qualquer ameaça de ter que largar o osso. São os oportunistas que tomaram conta do aparelho estatal em todos os níveis e a ele dedicam todo seu despreparo e incompetência gerencial
O manifesto petista divulgado na terça-feira, que classifica de "ilegal" a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, de mandar recolher à prisão 12 dos condenados no processo do mensalão, afirma que "uma parcela significativa da sociedade" teme "pelo futuro do Estado Democrático de Direito no Brasil". Têm razão os signatários do documento.
O Estado de Direito está real e gravemente ameaçado no Brasil, mas pelos sectários, pelos oportunistas fisiológicos e pelos inocentes úteis do PT que, por razões diversas, se empenham numa campanha nacional de desmoralização do Poder Judiciário, ferindo fundo a estabilidade institucional e colocando em risco, em benefício da hegemonia política do partido, o futuro da democracia no País.
O tal manifesto não é um documento oficial do PT. Mero detalhe. As posições "oficiais" do partido, ditadas pelo pragmatismo eleitoral, são traduzidas pela linguagem melíflua das notas oficiais, hábeis em camuflar o verdadeiro pensamento da elite petista. Mas esse pensamento está explicitado no manifesto de terça-feira, que tenta em vão dissimular seu caráter eminentemente político-partidário com a adesão de "companheiros" intelectuais e juristas. Mas assinam a nota o presidente Rui Falcão e todos os demais integrantes do Diretório Nacional do partido. Está ali, portanto, o que pensa o PT.
Da mesma forma como ataca sistematicamente a imprensa, ao investir contra o Poder Judiciário, lançando mão do recurso de demonizar a figura do ministro Joaquim Barbosa, o PT deixa claro o modelo de "democracia" que almeja: aquele em que ninguém ousa contrariar suas convicções e seus interesses nos meios de comunicação, na aplicação da Justiça, na atividade econômico-financeira. Em todas as atividades, enfim, em que entendem que o Estado deve dar sempre a primeira e a última palavra, para promover e proteger os interesses "do povo".
Para visualizar esse modelo dos sonhos dos petistas radicais sem ir muito longe, basta olhar para a Venezuela e demais regimes "bolivarianos" da América Latina, sem falar no clássico exemplo da ilha dos Castros. Esses países, em que vigora o "socialismo do século 21", são comandados pelos verdadeiros amigos do peito e de fé de Lula, Dilma e companheirada.
Mas nem todo mundo no PT está preocupado com dogmatismo ideológico. Ao longo de 10 anos, boa parte da militância petista aprendeu a desfrutar das benesses do poder e hoje reage ferozmente a qualquer ameaça de ter que largar o osso. São os oportunistas que tomaram conta do aparelho estatal em todos os níveis e a ele dedicam todo seu despreparo e incompetência gerencial.
E existem ainda os inocentes úteis, em geral mal informados e despolitizados, que engrossam as fileiras de uma militância que comprou a ideia-força lulopetista de que o mundo está dividido entre o Bem e o Mal e quem está "do outro lado" é um "inimigo" a ser ferozmente dizimado. As redes sociais na internet são o ambiente em que melhor prospera esse maniqueísmo de esgoto.
O que pretende esse amplo e variado arco de dirigentes e militantes petistas que, a pretexto de se solidarizarem com os condenados do mensalão, se mostram cada vez mais ousados em suas investidas contra o Poder Judiciário? O País tem estabilidade institucional suficiente para impedir que, num golpe de mão ou num passe de mágica, a condenação dos mensaleiros seja anulada. Mas os radicais sabem que para alcançar seus objetivos precisam criar e explorar vulnerabilidades na estrutura institucional de nossa democracia. Os oportunistas sabem que precisam ficar bem com os donos do poder a que aderiram. E os inocentes úteis não sabem nada. Agem por impulso, movidos por apelos emocionais. Acreditam até no argumento falacioso de que é preciso ser tolerante com a corrupção e os corruptos porque sem eles é impossível governar.
A quem não entra nessa lista resta comemorar, enquanto pode, uma singela obviedade: feliz é o país em que a Justiça pode contrariar os interesses dos poderosos de turno.
Editorial do Estadão