segunda-feira, 22 de setembro de 2014

CÂMARA PROCESSA JUIZ DA FICHA LIMPA.

Deputado Henrique Alves (PMDB-RN) se irritou com descrição da corrupção na política
Magistrado Márlon Reis reafirmou acusação, feita em um programa de TV:
“Há entre os deputados pessoas que alcançaram seus mandatos por vias ilícitas”
“A Constituição assegura a liberdade de expressão (…) Nem todos se aperceberam disso”

A Câmara dos Deputados, por meio de seu presidente, Henrique Alves (PMDB-RN), resolveu processar o juiz Márlon Reis (foto), um dos idealizadores do movimento que resultou na Lei da Ficha Limpa.
Henrique Alves (que no momento disputa o governo do Rio Grande do Norte) enxergou uma ofensa numa participação de Márlon Reis numa reportagem do programa “Fantástico”, da TV Globo, veiculada em 8.jun.2014.
As declarações do juiz foram apenas repetições a respeito de tudo o que se conhece de corrupção entre políticos. Em todas as suas falas, Márlon Reis teve o cuidado de não generalizar, mas dizer que as práticas eram comuns e usadas por grande parte dos congressistas. Por exemplo, a cobrança de propina na liberação de emendas ao Orçamento.
Estudioso do assunto, o juiz escreveu um livro, “O Nobre Deputado”, no qual relata as práticas mais corriqueiras de corrupção na política. Para tornar mais fácil a compreensão, cria uma personagem fictícia, o deputado Cândido Peçanha, que pratica várias irregularidades. Na reportagem de junho, é usada também a figura do “deputado Peçanha” para dar mais inteligibilidade ao material divulgado.

PARA LER A MATÉRIA COMPLETA, CLIQUE AQUI

sábado, 20 de setembro de 2014

EM PRAÇA PÚBLICA, SANDRO PIMENTEL, CHAMA POLÍTICOS DE VAGABUNDOS E VEREADORES DE PROSTITUTAS ELEITORAIS

Aplaudido, Sandro Pimentel, chamou
vereadores de São Pedro de Prostitutas
eleitorais
O candidato a Deputado Sandro Pimentel esteve esta manhã em São Pedro. Utilizando o som de uma caminhonete o candidato fez um discurso inflamado e deixou os políticos são-pedrenses em maus lençóis.
Em determinado ponto de seu discurso, sem propostas, diga-se de passagem, o candidato chamou a Prefeita e o grupo que governa São Pedro, a mais de 10 anos, segundo ele, de bando de vagabundos. Ao falar dos vereadores os chamou de prostitutas eleitorais. Afirmou ainda que nenhum popular teria o número de telefone da prefeita por esta não querer ser incomodada pela população.
Alguns políticos acompanharam, nas calçadas, o discurso de Sandro, porém, não se expuseram ou demonstraram qualquer reação diante das palavras ásperas do mesmo.
Ficam as perguntas: E se fosse o blog que os tratasse com tal desrespeito, teríamos alguma reação? Será que na próxima sessão da Câmara os vereadores lembrarão de protestar contra alcunha de "prostitutas eleitorais"?
É bem mais cômodo bater nos de casa. Quando são os de fora a gente baixa a cabeça e a vida continua.



COMENTÁRIO DO BLOG


Se este cidadão fosse um comunicador de nossa cidade talvez já estivessem preso, mais por ser um forasteiro certamente irão dizer é um louco, quero ver se os ofendidos tomarão alguma providências (PREFEITA E VEREADORES), com a palavra a Prefeita e os vereadores, as denuncias são gravíssimas, quem cala consente as ofensas a se imputadas.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Prefeito do PMDB: “Tirar dinheiro para dar a um magote de cabras sem vergonha?”

Kerginaldo Pinto ao lado de Henrique nesta eleição: “Vou gastar dinheiro na nossa campanha, mas na desses cabas não”

76ii4646
Está circulando em Macau os áudios do prefeito da cidade, Kerginaldo Pinto, do PMDB, afirmando que não trabalhará para eleger ninguém no pleito deste ano e, tampouco, utilizará a máquina pública municipal na eleição, dando a entender que isso já foi feito antes e deverá ser usada na eleição municipal. Kerginaldo apoia, neste pleito, o candidato ao Governo, Henrique Eduardo Alves, também do PMDB, e a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, candidata ao Senado Federal.

“Sacrificar o governo, tirar dinheiro, para dar para um magote de cabras sem vergonhas?”, aparece Kerginaldo Pinto falando no áudio que teria sido gravado em uma reunião com vereadores. Na declaração, inclusive, ao falar “Governo”, o prefeito se refere a gestão municipal e dá a entender que a utilização da máquina pública já teria sido feita em outros pleitos. Vale lembrar que ele foi eleito sendo o candidato do ex-prefeito Flávio Veras, numa eleição onde ocorreram várias denúncias de utilização da máquina pública.

Após a pergunta de Kerginaldo Pinto, uma voz feminina aparece ao fundo comentando “besta você se der” e, então, o prefeito confessa: “eu não dou não. O candidato do prefeito perdeu? Pode perder de ruma. Eu ir para rua para pedir voto para governador, para deputado, para senador, gastando o que não tenho? Vou gastar o dinheiro na nossa (campanha). Mas na desses cabas não”.

Em outro áudio, que teria sido gravado na mesma reunião, Kerginaldo Pinto afirma: “Não adianta a gente morrer por esses filhos da p*. Não adianta. No próximo ano a gente não tem compromisso com ninguém”. O áudio, que circula pelo aplicativo de mensagens Whatsap, já foi até colocado em carros de som da cidade.

O fato é que, no dia 31 de agosto, Kerginaldo Pinto e o ex-prefeito aliado a ele, Flávio Veras, receberam em Macau o peemedebista Henrique Eduardo Alves e a peessebista Wilma de Faria e elogiaram os dois em comício e discurso. “Henrique está aqui diante dos macauenses como nosso candidato a governador porque sempre soube honrar os compromissos, tem serviços prestados e trabalhou muito por Macau”, afirmou Flávio Veras.

Kerginaldo, além de elogiar, pediu uma atenção maior do futuro governador para a área da Segurança Pública. Reclamou que não recebe qualquer apoio do governo estadual e que a Prefeitura tem sido obrigada a custear as diárias operacionais, a alimentação e até o quartel da Companhia de Polícia Militar existente no município. “É dinheiro que poderia estar sendo empregado na Saúde”, observou o prefeito.

Em Macau, Henrique e Wilma contam com o apoio de dez de um total de 11 vereadores: Oscar Paulino (presidente da Câmara), Emanoel Galdino, Fátima Jácome, João Fonseca, Geruza Fonseca, Sargento Dantas, Francisco Batista Bezerra, o Champirra, Francisco Pereira, o Lampião, Andrew Leite e Ely Montador.ttp://jornaldehoje.com.br h/

Juiz relata esquema de compra de votos no atacado, grosso, varejo e na queima

compra de voto

Herval Sampaio afirma que votos são comprados quando se paga a deputados, lideranças e eleitores

Herval-Sampaio---Juiz--WR-(9)
Considerado por muitos como o juiz mais polêmico dos últimos anos, Herval Sampaio utilizou o perfil dele no Twitter para, mais uma vez, falar das várias irregularidades que constatou quando foi juiz eleitoral (entre 2010 e 2012, na região de Mossoró). Desta vez, o tema escolhido pelo magistrado dentro do hall de irregularidades foi a compra de votos que, segundo ele, acontece em quatro momentos no Rio Grande de Norte.

“Do meu conhecimento, há quatro fases de compra de votos: no atacado, no grosso, no varejo e na queima”, afirmou o juiz Herval Sampaio, responsável por cassar a, agora, ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, do DEM, e, ainda, a adversária dela, Larissa Rosado, do PSB, por abuso de poder e, no caso de Cláudia, compra de votos.

“No atacado, compram deputados; no grosso, prefeitos; no varejo, vereadores e cabos eleitorais e, na queima, votos na boca da urna”, afirmou Herval Sampaio, que recentemente lançou um livro sobre a experiência dele na Justiça Eleitoral e as várias irregularidades com as quais ele se deparou e julgou.

Além da compra de votos, o magistrado também voltou a criticar, desta vez no Twitter, a prestação de contas dos políticos. “Caixa 1, em eleição, quase sempre é ficção. Não mostra nem a cereja no bolo. Essa é a grande verdade”, afirmou o magistrado, “retuitando” alguns comentários que concordaram com a citação dele, como este: “o senhor tem razão, a situação atual muito é muito complicada, um exemplo é o escândalo da Petrobras e as doações”.

Essa, vale lembrar, não é a primeira vez que Herval Sampaio fala sobre as irregularidades constatadas na área eleitoral. Em entrevista aO Jornal de Hoje, o magistrado garantiu que, para ele, os mandatos políticos, hoje, são comprados.

“Acho que a Justiça Eleitoral deveria ter uma equipe padrão, de contadores, de servidores, que fosse para rua mesmo, que fizesse o candidato se preocupar com a prestação, porque a gente sabe que a conta, por exemplo, é gasto 10x, e se coloca só x. E essa diferença de 9x eles sabem que a Justiça Eleitoral não pode fiscalizar. E isso reflete no abuso do poder econômico, político e compra de votos. O dinheiro não entra formalmente na prestação de contas e é usado para que? Para comprar voto! O senhor está afirmando isso? Estou. É usado para comprar voto! No Brasil, a maioria dos mandados é comprado. E não estou dizendo isso em primeira mão, está na minha sentença”, afirmou o magistrado na entrevista.

Foram tantas irregularidades constatadas, inclusive, que Herval Sampaio resolveu lançar um livro com ensaios escritos por ele sobre a experiência na Justiça Eleitoral. A publicação, já lançada em Mossoró, faz uma análise sobre os casos que ele pegou na 33ª zona eleitoral.

“Não penso que em Mossoró acontece mais (irregularidade). Penso que acontece na maioria esmagadora das cidades. Agora, o que eu acho que acontece em Mossoró? Algumas coisas foram feitas, com todo respeito, às escancaras, sem nenhuma cerimônia. Muitas vezes o político faz, com todo respeito, não quero generalizar, de modo dissimulado”, acrescentou.

Vale lembrar que, recentemente, Herval Sampaio voltou a Justiça Eleitoral para substituir o magistrado Patrício Lobo, que precisou passar por cirurgia. Herval foi escalado para a zona eleitoral de Felipe Guerra. http://jornaldehoje.com.br/

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Temer diz que irá buscar PSDB no 2º turno

20121210103937_cv_1temer_gdeO vice-presidente Michel Temer (PMDB) afirmou que irá atrás do PSDB no segundo turno das eleições em busca de neutralidade, caso a disputa fique entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e a ex-senadora Marina Silva (PSB).
“Tenho muitos vínculos entre os dirigentes do PSDB e posso ajudar neste sentido”, afirmou o vice em entrevista ao site do Valor.
Ele prevê ainda que o desempenho de seu partido nas eleições para governador será o instrumento para uma eventual aproximação com os tucanos. “Todos estão alinhados conosco e dispostos a entrar na campanha presidencial”, afirmou.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Henrique Alves: “Vitória no primeiro turno”. Robinson: “Vamos passar dele e ganhar”

Resultado da pesquisa do Instituto Seta divide opiniões dos dois principais candidatos ao Governo do RN

45u3u33333
O candidato do PMDB a governador, Henrique Alves, disse que vai intensificar as mobilizações de rua para manter a vantagem sobre o segundo colocado, Robinson Faria, que, segundo o Instituto Seta, é de apenas 6,3%. O objetivo do peemedebista é garantir essa vantagem, que lhe dá vitória no primeiro turno das eleições deste ano.

“Vamos intensificar as mobilizações de rua para consolidar nosso crescimento no sentido de manter a vantagem que nos garante a vitória no primeiro turno”, destacou Henrique, que concilia a campanha com a campanha eleitoral ao governo do Rio Grande do Norte com a agenda de presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília.

A estratégia do candidato e manter a mobilização nos municípios, junto às bases eleitorais. “Todos os municípios que visitamos dão mostras de que estamos no caminho certo”, afirmou Henrique ao Jornal de Hoje.

De acordo com o Instituto Seta, Henrique venceria essa eleição no primeiro turno, se o pleito fosse hoje. Ele teria 35% das intenções de voto, contra 28,2% de Robinson Faria. A diferença entre eles é 6,8%. Ainda de acordo com o levantamento, Henrique e Robinson seriam seguidos por Robério Paulino (PSOL), com 3%, Simone Dutra (PSTU), com 2,3%, e Araken Farias (PSL), com 0,4%. Não sabe/Não respondeu pontuou 17,6% e Ninguém/branco/nulo, 13,5%.

Robinson Faria

Restando 20 dias para a eleição deste ano, o candidato do PSD, Robinson Faria, se mostra bastante otimista em relação à virada e à vitória. Momentos antes de conceder entrevista a uma emissora de TV, nesta segunda, ele falou com a reportagem de O Jornal de Hoje. “Minha expectativa é totalmente motivada pelos últimos momentos de contato com a população, que é de incentivo e sinalização de vitória, o que demonstra uma opção clara da população, do meu ponto de vista, em quebrar o paradigma das sucessões das famílias políticas que ao longo desses anos governaram esse Estado”, afirmou.

Pesquisa do Instituto Seta, veiculada neste fim de semana, mostra que a disputa pelo governo do Estado está acirrada, com os dois candidatos melhor colocados nas pesquisas, Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria, disputando, palmo a palmo, a vitória no dia 5 de outubro.  De acordo com o levantamento, se a eleição fosse hoje, Henrique teria 35% das intenções de voto, contra 28,2% de Robinson Faria. A diferença entre eles, que hoje é 6,8%, já foi de 15% no início do processo eleitoral.

Para Robinson, as pessoas começam a ter a percepção de que ele representa a mudança. “Uma ruptura, um momento novo, uma candidatura que nasceu da ousadia e da resistência, contra uma chapa muito forte, de muitos apoios políticos, deputados, prefeitos e ex-governadores”, completa. “As pessoas admiraram eu ter dado a oportunidade de um debate ao Estado, e de oferecer a opção de uma eleição mais democrática, e não com quase toda a classe política votando no mesmo candidato”.

Robinson diz que houve assimilação do eleitor em relação a essa proposta. “As pessoas estão motivadas com o nosso nome, que representa essa condição de ter um momento de mudar o Estado, uma política nova, um governo que vai buscar o diálogo com a população, um governo que tenha a marca da simplicidade, da busca pela eficiência do serviço público, que não tenha propostas mirabolantes, nem fantasiosas, e que busque a coletividade e o cidadão, com orçamento com participação da sociedade, atendimento digno ao povo, sindicatos, categorias de servidores, e gestão inovadora”.

PESQUISAS

Se em dois meses de campanha foi possível tirar 50% da desvantagem perante Henrique, Robinson aposta que, em 20 dias que restam de campanha, conseguirá tirar os pouco mais de 6% que ainda sobram de liderança do peemedebista. “Nós estamos numa curva ascendente, e Henrique, estagnado. Nossa avaliação, com muita tranquilidade, é que vamos passar dele e ganhar a eleição. Basta essa curva de crescimento ser mantida. Passaremos Henrique já nos próximos dias”.

Robinson mantém a crítica ao adversário. Segundo ele, Henrique “confia em estruturas políticas”, enquanto que ele prefere conquistar o eleito no diálogo das ruas. “Henrique confia nos acordões estaduais e municipais. Ao município que chega quer ter o prefeito da bandeira verde e o da vermelha. Ele confia na classe política, não confia no debate com a população. Ele demonstra que só será governador se conseguir impedir em todas as cidades que eu tenha um palanque que me apoie. Ele quer acordão estadual e municipal em torno dele. É um estilo antiquado de fazer política”.

A 20 dias das eleições, vantagem de Henrique sobre Robinson é de 6,8%

Restando menos de três semanas para as eleições gerais de 2014, o pleito no Rio Grande do Norte ganha ares de uma final emocionante. A disputa pelo governo do Estado promete ser acirrada, com os dois candidatos melhor colocados nas pesquisas disputando, palmo a palmo, a vitória no dia 5 de outubro. Pelo menos é isso que aponta pesquisa do instituto Seta, veiculada neste fim de semana pelo portal de notícias Nominuto.com.

De acordo com o levantamento, que ouviu 1.700 eleitores em todo o Estado, entre os dias 9 e 11 de setembro, se a eleição fosse hoje, Henrique Alves (PMDB) teria 35% das intenções de voto, apenas 6,8% de vantagem sobre o segundo colocado, Robinson Faria (PSD), com 28,2%. Eles seriam seguidos por Robério Paulino (PSOL), com 3%, Simone Dutra (PSTU), com 2,3%, e Araken Farias (PSL), com 0,4%. Não sabe/Não respondeu pontuou 17,6% e Ninguém/branco/nulo, 13,5%. Dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 3%, para mais, ou para menos, Henrique pode ter esse percentual a menos e Robinson, a mesma quantidade a mais, o que poderia resultar em empate técnico, segundo o instituto Seta.

Outro destaque da pesquisa é a quantidade de eleitores indecisos. Nada menos que 30% dos votantes do estado ainda não definiu em quem vai votar – percentual que poderá decidir o pleito no dia 5 – ou votará branco ou nulo. A soma de Não sabe/Não respondeu (17,6%) e Ninguém/branco/nulo (13,5%) resulta em 31,1% dos eleitores, o que mostra também o desinteresse de quase um terço dos eleitores potiguares.

A pesquisa Seta em todo o Estado para o governo do Rio Grande do Norte também mediu a rejeição dos candidatos a governador. Segundo o instituto, para o governo, Henrique Alves detém a maior rejeição, com 25,8%. Ele é seguido de Robinson (15,6%), Robério (9,9%), Simone (6,1%) e Araken (5,9%). No item rejeição, Não sabe/Não respondeu somou 17% e Ninguém/branco/nulo, 19,7%.

Disputa entre Wilma e Fátima continua acirrada

Para o Senado, a disputa promete ser ainda mais acirrada. De acordo com o instituto Seta, a candidata do PT, Fátima Bezerra, desponta na liderança pela cadeira, com 33,9% das intenções de voto. Ela tem 4,1% a mais que a segunda colocada, a candidata do PSB, Wilma de Faria, que desponta com 29,8%. O terceiro colocado, Roberto Ronconi (PSL), tem 2,3%. Ana Célia (PSTU) aparece com 2,2% e Laílson (PSOL), com 1,3%. Não sabe/não respondeu pontuou 12,2% e Ninguém/branco/nulo, 18,3%.

A Seta também mediu a rejeição para Senado. Neste item, Wilma de Faria desponta com maior rejeição: 25,9%. Ela é seguida por Fátima, com 15,6%, Ronconi, com 10,8%, Laílson, com 4,9%, e Ana Célia, com 4,4%. Não sabe/Não respondeu somou 17,7% e Ninguém/nulo/branco, 20,7%.http://jornaldehoje.com.br/

Último dia para o “Volta Lula”

Dilma-e-Lula-se-liga
Hoje é o último dia caso Lula queira substituir Dilma Rousseff no posto de candidato do PT a presidente. Durante meses, não foram poucos os petistas que defenderam o “Volta Lula”. A legislação eleitoral permite a troca do candidato a até vinte dias antes da votação. O movimento não acontecerá. Mas foi incessantemente estimulado por petistas desde o final do ano passado.

domingo, 14 de setembro de 2014

Certus/GAZETA DO OESTE: Fátima abre vantagem para o Senado

fatima TN
A deputada federal e candidata ao Senado, Fátima Bezerra (PT) está 9,3% à frente de sua principal concorrente, vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB), em Mossoró, de acordo com pesquisa estimulada da pesquisa Certus/GAZETA DO OESTE. Os dados mostram que 33,67% dos entrevistados preferem a candidata petista, contra 24,37% de Wilma.
Na terceira posição, aparece a professora Ana Célia (PSTU) com 2,01%, seguida de Lailson de Almeida (PSOL), com 1,51% e Roberto Ronconi (PSL) que obteve 1,26% das intenções de voto no universo dos 400 entrevistados. 27,14% das pessoas ouvidas disseram que não votam em ninguém, 9,80% disseram não saber e 0,25% não responderam. Assim como para o governo, a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.
SENADO
Fátima Bezerra – 33,67%
Wilma de Faria – 24,37%
Professora Ana Célia – 2,01%
Lailson de Almeida – 1,51%
Roberto Ronconi – 1,26%
Nenhum – 27,14%
Não sabe – 9,80%
Não responderam – 0,25%
(Estimulada)
Quando a pesquisa é feita de forma espontânea, a vantagem da candidata Fátima Bezerra cai sobre sua principal concorrente, Wilma de Faria. Ainda assim, ela segue liderando entre os eleitores mossoroenses com vantagem de 5%. Os números indicam que, neste quesito, Fátima aparece com 19,60%, enquanto Wilma tem 14,57% das intenções eleitorais. Entre os demais candidatos, apenas a professora Ana Célia teve mais de 1% de intenção de voto. 23,62% das pessoas ouvidas disseram que não votam em ninguém e 38,94% estão indecisos.
SENADO
Fátima Bezerra – 19,60%
Wilma de Faria – 14,57%
Professora Ana Célia – 1,01%
Nenhum – 23,62%
Não sabe – 38,94%
(Espontânea)

Governo decreta luto de três dias pela morte de Iberê

A governadora do estado, Rosalba Ciarlini, decretará luto oficial de três dias pela morte do seu antecessor, Iberê Ferreira. Em nota divulgada ontem (13), a chefe do Executivo lamentou o falecimento. “O Rio Grande do Norte está de luto com a perda”, disse.
Rosalba ainda lembrou a trajetória política de Iberê como deputado estadual, federal, secretário de Recursos Hídricos e vice-governador. “Deixa como legado o exemplo de sua dedicação ao trabalho e à família, que ele considerava o seu maior patrimônio”.

Rosalba emite nota e decreta luto oficial pelo falecimento do ex-governador Iberê

Nota da Governadora Rosalba Ciarlini:
ibere rosalbaO Rio Grande do Norte está de luto com a perda, na noite deste sábado, 13, do ex-governador Iberê Ferreira de Souza.O governador Iberê Ferreira de Souza, que também foi deputado estadual, deputado federal, secretário de Estado dos Recursos Hídricos e vice-governador, deixa como legado o exemplo de sua dedicação ao trabalho e à família, que ele considerava o seu maior patrimônio.
Neste momento de dor, enviamos as nossas condolências à família, e ao mesmo tempo, rogamos a Deus para que fortaleça e console parentes, amigos e admiradores. Descanse em paz. Em homenagem à memória de Iberê, a Governadora Rosalba Ciarlini decretará luto oficial no Estado.

Três candidatos a governador foram barrados na Ficha Limpa

governadores ficha
A um dia do fim do prazo para substituição de candidatos nas chapas nestas eleições, três postulantes a governador renunciaram às candidaturas: José Roberto Arruda (PR), no Distrito Federal; José Riva (PSD), candidato ao governo de Mato Grosso; e Neudo Campos (PP), candidato a governador em Roraima.
Os três tiveram os registros barrados pela Lei da Ficha Limpa. Termina neste domingo (14) o prazo para que os partidos substituam candidatos nas chapas. Até ontem, Riva e Campos haviam sido substituídos por suas mulheres, que agora serão as candidatas ao governo.

Vivaldo Costa lamenta morte de Iberê e cancela agenda política para este domingo (14)


ibere vivaldo wilma
Em virtude do falecimento do ex-governador Iberê Ferreira de Souza, o deputado Vivaldo Costa (PROS) envia nota à imprensa lamentando a partida do amigo e cancelando sua agenda programada para a noite deste domingo (14). “Lamento profundamente a partida do amigo, ex-governador Iberê Ferreira. A toda família e ao povo do Rio Grande do Norte meu sentimento de pesar. Homem sério e respeitado com quem tive a oportunidade de ser companheiro de assembleia. Descanse em paz.” A ultima vez que Vivaldo esteve com Iberê, foi em Santa Cruz ao lado de Eduardo Campos em um momento de confraternização.

“Iberê foi um grande homem e político com relevantes serviços prestados”, disse Robinson Faria

ibere robinson
O sentimento de tristeza nos permite poucas palavras. Iberê Ferreira de Souza foi um grande homem e político com relevantes serviços prestados ao Estado como deputado estadual, federal e Governador do Rio Grande do Norte. Lamentamos o seu falecimento após longas batalhas contra o câncer nos últimos anos. Que Deus conforte sua família e lhe dê a paz eterna.
Robinson Faria

Senador Agripino emite nota de pesar pelo falecimento de Iberê Ferreira

agripino ibere
Em 1982, quando disputei minha primeira eleição, tive em Iberê um parceiro privilegiado. De quem guardo as melhores lembranças, pela simpatia da convivência. Pelas coisas boas que fez pelo nosso Rio Grande do Norte, merece as homenagens que todos nós lhe prestamos. Que Deus o guarde.
Senador José Agripino – Presidente nacional do Democratas

Ricardo Motta: “Iberê Ferreira de Souza viveu para servir”

motta ibere
Iberê Ferreira de Souza, o homem público, viveu para servir. Exemplo de homem público coberto pelo manto da cordialidade. Deputado estadual, deputado federal, governador, Iberê trabalhou pelos humildes. A morte de Iberê Ferreira de Souza cobre de pranto o Rio Grande do Norte. Filho de Santa Cruz e abençoado por Santa Rita de Cássia, Iberê alivia do corpo a dor, e da alma repousa o defensor da Região do Trairi. Do poeta anônimo: “A morte leva os bons. Só os bons sofrem para que do martírio, desperte o legado”.
Ricardo Motta
Presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Corpo de Iberê chega ao RN às 19h e segue para Santa Cruz

ibere 29O blogue já adiantou que Iberê Ferreira deve ser velado na Escola de Governo, no Centro Administrativo. O corpo do ex-governador deve chegar a Natal às 19h, mas antes será transladado para sua terra natal, Santa Cruz.
O velório prossegue até as 06h30 desta segunda-feira (15), quando será celebrada missa de corpo presentes. Depois retorna para Natal e o enterro acontecerá no cemitério Morada da Paz, em Emaús.
Programação para o funeral nesta segunda-feira (15)
01h30: Velório na Igreja Matriz de Santa Cruz
02h30: Missa na Igreja Matriz de Santa Cruz
05h: Velório na Escola de Governo, Centro Administrativo, em Natal
15h: Missa na Escola de Governo
16h: Corpo de Bombeiros conduzirá o ex-governador em cortej

Candidaturas dos filhos de Garibaldi Alves, Robinson Faria e Agripino são as mais ricas

Walter Alves, Fábio Faria e Felipe Maia concorrem pela Câmara Federal e gastam quase R$ 1 milhão cada


atores-fabio-faria-2d3c68
Jovens, filhos de políticos influentes e cheios de dinheiro na conta da campanha. É assim que estão os candidatos a deputado federal Walter Alves (PMDB), Fábio Faria (PSD) e Felipe Maia (DEM), que aparecem, nesta ordem, como os detentores das campanhas mais caras para a Câmara Federal. Segundo dados do portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a campanha dos três, juntos, já ultrapassou a casa dos R$ 2,7 milhões.
Novato na disputa, o deputado estadual Walter Alves, filho do ministro da Previdência Social Garibaldi Alves Filho, tem a campanha mais rica até o momento. Já foram doados para ele, exatos, R$ 1,089 milhão, e há, pelo menos, 10 grandes empresas nacionais e internacionais nesta lista de doadores. A Alpargatas, por exemplo, doou R$ 200 mil; o banco Itaú, R$ 75 mil; o Safra, 30 mil; a CRBS, R$ 80 mil; a Prada, mais R$ 300 mil; e a Vale, R$ 50 mil, mesmo valor doados pela Alesat, Gerdau e pelo banco BTG.
Deputado federal, Fábio Faria, filho do candidato ao Governo do RN, Robinson Faria, não ficou muito atrás. Até agosto, ele já havia recebido R$ 915 mil de doações. Teve menos doadores que Walter Alves, mas as quantias recebidas foram maiores. A JBS, grupo dona da marca Friboi, por exemplo, doou R$ 500 mil para a campanha do peessedista vice-presidente da Câmara Federal. O banco BTG “chegou junto” com outros R$ 250 mil; a construtora MRV, R$ 100 mil e o banco Itaú, mais R$ 50 mil.
Também deputado federal e filho do senador José Agripino, presidente nacional do DEM, Felipe Maia é o terceiro da lista de maiores arrecadadores da disputa pela Câmara Federal. O parlamentar recebeu, segundo o Tribunal Superior Eleitoral, R$ 740 mil em doações. A principal doadora foi a empresa Koleta Ambiental, que doou R$ 350 mil para o democrata.
A Koleta Ambiental Ltda se coloca como a maior empresa da América Latina no seu segmento: a coleta, transporte e destinação final de lixo e resíduos sólidos. Além dessa empresa, a JHV doou R$ 100 mil; a Arosuco, R$ 90 mil; e a potiguar Guararapes, R$ 50 mil.
PRÓPRIO BOLSO
Enquanto os filhos de Garibaldi, Robinson e Agripino têm as campanhas mais ricas, na disputa pela Câmara Federal há também aqueles que gastam dinheiro do próprio bolso para sustentar suas candidaturas. O principal exemplo é a médica Zenaide Maia, irmã do deputado federal João Maia, do PR. Ela, sozinha, já doou R$ 114 mil para a própria candidatura.
E, além disso, Zenaide contou com a ajuda do marido, o atual prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, para viabilizar os gastos da campanha. Calado doou outros R$ 50 mil para a candidatura da mulher que, ao todo, soma um total de R$ 325 mil.
Além dela, há também registros de doações próprias para as candidaturas de Sandra Rosado (doou R$ 40 mil para a campanha); Paulo Wagner (se doou R$ 60 mil); e Rafael Motta (se doou R$ 38 mil). Fafá Rosado, candidata a federal pelo PMDB, estava em um momento de dificuldade na primeira parcial da prestação de contas, contudo, agora, ficou mais folgada.
Antes, ela tinha apenas os R$ 40 mil doados pelo marido, o deputado estadual Leonardo Nogueira, do DEM. Agora, já chegou a casa dos R$ 391 mil, com a ajuda do PMDB. Rogério Marinho, do PSDB, também tem doações de familiares na prestação de contas: do pai, Valério Marinho, que doou R$ 7 mil para ele.http://jornaldehoje.com.br/

sábado, 13 de setembro de 2014

Defina em uma imagem: Idiota…

O babaca publicou a foto abaixo no face
Jovem postou foto com pés de maconha em Itajaí (Foto: Reprodução/Facebook)
Se achando o rei do camarote com os pés de maconha dele…
Caiu playboy…
Teve gente que Curtiu tanto que foi conferir…
Policiais tiraram foto com jovem segurando maconha  (Foto: Reprodução/Facebook)
exato

EM SÃO PAULO INDIVÍDUO É PRESO COM ARMAS E MUNIÇÕES ESPALHADAS PELO CORPO

Na noite de ontem policiais militares de São Paulo encontraram essa novidade! Vejam só, parece o Robocop cheio de armas e munições espelhadas pelo corpo, todas presas com fitas adesivas. É o paiol do crime organizado distribuindo seu arsenal usando essas "mulas" para agredir você cidadão de bem. A prisão desse peba ocorreu ontem e foi retirado do seu corpo 05 armas e várias munições. Sem mais detalhes repassados.



http://www.vandinhoamaral.com/

Eleições: até a reta final a pancadaria vai ser grande

pancadariaA pancadaria contra tudo e contra todos com certeza dará o tom dareta final da campanha.  Até o dia 2 de outubro a artilharia vai ser pesada. Quem for fraco que corra. Está faltando discurso dos candidatos e programa de governo. Que é o que o povo quer ouvir.
Essa “guerrinha” já era previsível. É desaforo praqui… desaforopracolá.
E no começo era pregada a paz. Agora tenha paz!