Páginas

domingo, 16 de abril de 2017

É o menininho de papai….rsrsrs

IMG_0348

Quem vai juntar os cacos do Brasil?

IMG_0390
Esta pergunta já foi título de outra coluna aqui no 247. Isso quando a marcha da Lava Jato, buscando a deslegitimação do sistema político (objetivo defendido pelo próprio Sergio Moro naquele seu tão citado artigo louvando a Mãos Limpas) indicava que o Brasil acabaria se espatifando.
Na marcha insana contra o PT e contra Lula, em nome da moralidade os desastres foram se sucedendo até chegarmos ao momento atual: feriu-se a democracia com um golpe, desorganizou-se a economia com a posse de um presidente ilegítimo e a adoção de uma política econômica equivocada para o momento recessivo e, finalmente, o sistema político foi implodido. E agora, o que propõem os que conduziram a detonação? Quem apontará e viabilizará a saída política pela democracia, pelas eleições gerais ou pelo estabelecimento de um novo pacto político através de uma Constituinte?

terça-feira, 28 de março de 2017

O plano de Lula para “salvar o Brasil”

Em recente reunião com simpatizantes do seu projeto político, o ex-presidente Lula (PT) anunciou seu plano para tirar o Brasil da crise: fazer um empréstimo de R$ 300 milhões, elevando ainda mais a dívida interna do País, para investir em infraestrutura.
Como já ficou comprovado após 13 anos de governo do PT, aumentar a dívida é só prorrogar a quebradeira. Quem toma emprestado tem que pagar. Uma hora a conta chega. O Brasil paga hoje por tantas decisões deste tipo tomadas na última década

Líder do governo diz que já tem votos para aprovar Reforma da Previdência

O líder do governo na Câmara, deputado André Moura (PSC-SE), afirmou, nesta segunda-feira (27), que já tem votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência na Casa. 
Resta saber de onde vem esses votos, tendo em vista que a maioria dos parlamentares tem se posicionado contra e são necessários dois terços dos 513 votos para aprovar a proposta do presidente Michel Temer (PMDB).

Dilma e Lula defendiam a Reforma da Previdência!!!

RN pode convocar até 3.366 PMs reservistas para reforço da segurança

O governo do Rio Grande do Norte regulamentou a Lei Complementar que trata da convocação de policiais da reserva remunerada da Polícia Militar (PM) para a “execução de atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”. De acordo com a publicação, até 3.366 policiais poderão reforçar as mais diversas áreas. A convocação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (28).

Souza solicita ao Governo projeto que autoriza prefeituras custearem diárias operacionais de PMs

souzasal
O deputado estadual Souza Neto (PHS) falou, durante sessão plenária nesta terça-feira (28), sobre a necessidade de reforço da segurança nos municípios. O parlamentar enviou requerimento solicitando ao Governo do Estado o envio à Assembleia Legislativa de um Projeto de Lei que autorize os municípios a firmarem convênios de cooperação, visando o custeio de diárias operacionais aos policiais militares de folga, como forma de fortalecer as ações de segurança.
“Alguns municípios estão impedidos de custear diárias operacionais tendo em vista a orientação do Tribunal de Contas do Estado. E vale ressaltar que diante da deficiência do quadro de policiais efetivos nos municípios, o custeio dessas diárias aumentará consideravelmente o efetivo”, disse Souza.
O parlamentar ressaltou que o projeto é viável, em razão do que propõe a Constituição, que permite entes federativos realizarem convênio de cooperação mútua para consecução de serviços públicos. “Os municípios precisam de policiais nas ruas coibindo práticas criminosas e os índices de criminalidade”. Para Souza, municípios, Estado e União precisam dividir a responsabilidade da Segurança.

Peemedebistas temem efeito Temer nas eleições de 2018

Os peemedebistas estão preocupados com os efeitos da rejeição popular ao governo Temer (PMDB) nas eleições de 2018.
Em 2016, a onda anti-PT, derrotou o partido em quase todos os grandes centros do País. O medo dos bacuraus é de que o fenômeno se repita com o PMDB no próximo ano.
Caso haja a abertura de janela, com a Reforma Política debatida no Congresso, deverá haver uma grande debandada, principalmente de deputados federais e estaduais.
PENSANDO BEM.
“Questiono-me se fui bom menino ao fim de um lapso temporal, para que o Papai do Céu me ajude em alguns sonhos.” Autor desconhecido!!!

domingo, 26 de março de 2017

MP divulga documentos entregues pelo servidor da instituição ao procurador-geral, segundos antes de efetuar disparos

A Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do RN, por meio de sua assessoria de imprensa, divulgou há pouco imagens dos documentos entregues pelo servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva, instantes antes de iniciar os disparos contra o procudador-geral de Justiça Rinaldo Reis, o procudador-geral de adjunto Jovino Pereira Sobrinho, e o coordenador jurídico Wendell Beetoven Agra, na manhã de ontem.
Os documentos enviados ao Blog fora da sequência foram juntados pela lógica e pelo que foi recebido, são trechos, sem o teor completo do que foi entregue pelo autor dos disparos ao procurador geral.
Eis:








Policiais e Bombeiros fazem caminhada nesta segunda-feira

Os militares estaduais, ativos, da reserva, e pensionistas, comparecerão nesta segunda-feira (27), em frente ao Clube Tiradentes, às 14h, para uma grande caminhada até a Governadoria. “Estaremos juntos, o×ciais e praças, para uma grande mobilização em defesa de uma segurança pública melhor para a população”, reforça o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares (ASSPMBMRN).
Em destaque, na pauta de reivindicações, estão quatro itens: o encaminhamento da LOB à Assembleia Legislativa do RN; a retirada dos militares estaduais da Mensagem 118/2017 (Reforma da Previdência Estadual); o encaminhamento da majoração da Diária Operacional; e a modificação dos artigos 10 e 11 da Lei de Ingresso.
De acordo com Eliabe Marques, são questões insistentemente apresentadas ao Governo do RN, que se comprometeu a cumprir, mas não tem executado os prazos prometidos. “São demandas não só nossas, dos militares, mas de toda a sociedade já que todos almejam um melhor serviço dos policiais e bombeiros”, sustenta o presidente da ASSPMBMRN

Honda lança em Natal seu mais novo modelo SUV

IMG_8616
Tem novidade no mercado automobilístico. Foi apresentado aos potiguares, nesta sexta-feira (24), pela Motoeste Honda Automóveis, localizada na Av. Prudente de Morais, o novo Honda WR-V. Com comercialização prevista pós- lançamento, o modelo entra no portfólio da marca japonesa carregando o pioneirismo. Trata-se do primeiro veículo desenvolvido pela Honda Brasil com o lema, “A vida por outro ângulo”.
Durante o lançamento, imprensa, clientes e convidados puderam conhecer o WR-V, antes mesmo do início das suas vendas. O evento bastante concorrido foi considerado um sucesso. O lançamento simultâneo em todo o país, também levou a novidade para Mossoró, onde a Motoeste Honda tem filial.

Terrorismo se combate com fogo’, escreveu atirador do MPRN

IMG_8631
O servidor do Ministério Público do Rio Grande do Norte Guilherme Wanderley Lopes Silva teve motivações políticas e administrativas para atacar procuradores e um promotor de justiça, nesta sexta-feira (24), deixando dois baleados. Em carta escrita antes de praticar o crime, ele destacou que: ‘terrorismo se combate com fogo’. E ainda ‘alguém precisava fazer algo efetivo e dar uma resposta a esse genuíno crime organizado’.
Guilherme Wanderley invadiu uma reunião onde estava o procurador-geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis, no final da manhã desta sexta-feira. Ele chegou a atirar contra Rinaldo, mas errou. No entanto, conseguiu acertar o promotor público Wendell Beetoven nas costas e dois tiros no procurador-geral adjunto, Jovino Sobrinho.

Reforma da Previdência afetará economia dos municípios do RN

IMG_8628
A Reforma da Previdência (PEC 287) enviada ao Congresso Nacional pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB), além de impactar negativamente a vida das pessoas, vai prejudicar a economia dos municípios potiguares, principalmente das pequenas e médias cidades, onde o gasto previdenciário é fundamental para garantir o mínimo de dinamismo econômico e de geração de renda.
Um estudo realizado pela assessoria técnica do mandato do deputado estadual Fernando Mineiro (PT), com base em dados do ano de 2016, revela que, em números totais, os valores pagos em benefícios previdenciários urbanos e rurais superaram as transferências do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no Rio Grande do Norte.

Depoimentos arranham ainda mais imagem de Dilma

IMG_8650
Nos testemunhos negociados pelo ainda senador Delcídio do Amaral com a Lava-Jato, a presidente Dilma já sofreu sérias avarias. Ela, que sempre procurou se manter distante dos subterrâneos de suas campanhas, em 2010 e 2014, e dos bastidores das falcatruas, depois comprovadas, na Petrobras, cujo Conselho Administrativo presidia. Pois Delcídio denunciou proposta de Dilma de nomear ministro do STJ em troca da concessão de habeas corpus a empreiteiros presos pela Lava-Jato.
Houve, ainda, testemunhos do ex-diretor Internacional da estatal, Nestor Cerveró, também à Lava-Jato, sobre responsabilidades reais de Dilma, como presidente do conselho, na compra desastrosa, e suspeita, da refinaria de Pasadena.

terça-feira, 21 de março de 2017

Hong Kong anuncia proibição temporária à importação de carne brasileira

1490072025458
Após União Europeia, China e Chile, Hong Kong se tornou o mais recente país a proibir a importação de carne brasileira após a operação Carne Fraca da Polícia Federal levantar questões sobre a segurança da indústria de carne do país.
“Tendo em vista que a qualidade da carne exportada do Brasil é questionada, por prudência, o Centro de Segurança Alimentar suspendeu temporariamente a importação de carnes congeladas e refrigeradas e carne de aves do Brasil com efeito imediato”, informou a agência em comunicado.

Presidente da Câmara garante que aprovação da reforma trabalhista será em abril

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou que a reforma trabalhista deve ser aprovada antes da reforma da Previdência na Casa. Em discurso na capital paulista, Maia garantiu que o projeto de lei com a readequação trabalhista vai ser aprovado em abril e que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência vai "caminhar" no final de abril e início de maio. A agenda de reformas, reforçou, vai ser aprovada ainda no primeiro semestre.
"Em abril, nós vamos aprovar a reforma trabalhista ou a modernização das leis trabalhistas, o nome que seja dado. No final de abril, início de maio, nós vamos caminhar com a reforma da Previdência, que eu tenho certeza que vai dar condições para que tanto o governo brasileiro como as empresas possam projetar investimentos", disse o parlamentar, em discurso durante a cerimônia de posse do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham), em São Paulo.
A mudança na ordem de aprovação projetada por Maia também esteve presente nos últimos discursos do presidente Michel Temer (PMDB) Na última sexta-feira, 17, e na manhã desta segunda, 20, o peemedebista falou sobre as medidas que seu governo está implantando e citou a reforma trabalhista logo depois do teto de gastos, aprovado no ano passado, e só depois destacou a Previdência. Anteriormente, Temer costumava referenciar a reforma previdenciária antes da readequação da legislação do trabalho.
Rodrigo Maia classificou o texto enviado por Temer ao Congresso como uma reforma "muito justa", pois igualaria as condições de todos os trabalhadores para se aposentar, e disse estar confiante na aprovação. "Nós vamos aprovar a reforma da Previdência, nós precisamos aprovar a reforma da Previdência. Os deputados e deputadas precisam entender que o único caminho que o Brasil tem é aprovar a reforma da Previdência", enfatizou.
Sem isso, afirmou, o governo brasileiro terá que em 2 ou 3 anos cortar salários de servidores públicos e aposentadorias, o que Maia ironizou como "grata missão" do próximo presidente da República se a PEC não for aprovada.
O presidente da Câmara falou ainda que o País pode estar na mesma situação de seu Estado, o Rio de Janeiro, se não aprovar a PEC. "Essa realidade do Rio de Janeiro, temos que ter a coragem de falar para os brasileiros, de que isso pode acontecer com cada um de nós", disse.
Para Rodrigo Maia, as reformas da Previdência e trabalhista são "fundamentais" para recuperar a confiança de investidores brasileiros e estrangeiros. "Se avançarmos nas reformas, Brasil vai ser um ator muito mais importante do que é hoje nos Estados Unidos, na Europa e em outros países", disse.
Comentando o cenário brasileiro, Maia disse que o País vive uma crise política, mas "muito mais" econômica e que o Congresso vai avançar para aprovar as reformas do governo.
Terceirização
Durante seu discurso, Maia também garantiu a aprovação da terceirização entre terça e quarta-feira desta semana. A Casa deve apreciar um projeto de lei que regulamenta a terceirização apresentada em 1998 e que deve seguir direto para a sanção presidencial. No Senado, há outro projeto com o tema aprovado pela Câmara em 2015.

Cármen Lúcia anuncia em Minas que vai se aposentar no início de 2018

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta segunda-feira, 20, que pretende se aposentar da Corte e que isso deverá ocorrer já no início de 2018. A ministra afirmou que quer voltar a dar aula na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC), em Belo Horizonte. Cármen Lúcia é professora licenciada da instituição, lotada na Faculdade Mineira de Direito (FMD). "Estou com saudades dos meus meninos", disse, se referindo aos alunos.
A presidente deu palestra em aula inauguração da faculdade na manhã desta segunda. Na chegada à escola, passou por protesto contra o STF e foi chamada por uma manifestante de golpista. A ministra avaliou como normal o protesto. "É da democracia. Se não fosse aqui, seria na sala de aula", afirmou. Confirmado o desejo de se aposentar, a ministra não completaria os dois anos de mandato previstos para o cargo. A ministra assumiu o posto em setembro de 2016.
Durante a palestra, a ministra afirmou ainda que a morte de seu pai, Florival Rocha, em fevereiro, também contribuiu para que começasse a pensar em retornar a Minas Gerais. Acho que tenho a alma engarranchada em alguma árvore do norte de Minas", disse. A ministra é de Montes Claros. Seu pai morava em Espinosa, ambas cidades da região norte do Estado.